segunda-feira, 3 de agosto de 2009

o tempo?



o tempo? quem dera...
vamos ver:

levanto cedo, vezes demais cansada
resmungo um pouco, somente um pouco
o mau humor não me veste.

no automático, preparo o café
e como um mantra recito
“café com pão, café com pão, café...”
quase o suficiente pra me deixar feliz,
mas não só –
- meus três amores aqui dormem.

cada corpo adormecido que vou olhar e cobrir
(faz um pouquinho frio, cedinho é inverno no rio de janeiro),
sorri e ressona em seu sonho de dias melhores.

hoje não foi diferente, ouvi o despertador
[como sempre, desde sempre
pensei em todas as rimas com or],
me soltei dos braços do meu amor
e ainda olhos fechados entoei o meu louvor.

pensei no tempo, tomara que dê!
que faça bom tempo, que seja ameno
valem todos os sentidos
amém!

na primeira página do jornal dia desses,
o sol negro, um dos mais longos eclipses deste século,
cobria a meia-lua lá pelos lados do continente asiático,
tão distante de nós...

ah! a felicidade dessa bela efeméride
e logo refiz as pazes com o cansaço de mais uma jornada

mas o tempo, claro,
é o que interessa
terá mesmo faltado?

em todos os meus relógios
tantos são por aqui
vejo o tempo o tempo todo
e por pouco, esbarro no coelho branco e apressado
de alice no país das maravilhas
a correr atrás do tal do tempo...

não, não sonhei
apesar da lua quase cheia

o que vi faltar
foram braços e pernas
e vontades e desejos

o tempo é presente
a escolha será futuro

4 comentários:

antes blog do que nunca! disse...

"o mau humor não me veste"...adorei...adorei este verso. Adorei o poema no seu todo.

O tempo é uma ilusão...a felicidade sim...é uma realidade.

1 Bj*
Luísa

Lu Cavichioli disse...

Oi Piccola, vim conhecer a ti e teu cantinho. Vi que fala frances e eu adoro isso. No colégio, eu eranota 10 em frances, depois fui estudar ingles, pode? rsrs...

Adoro Paris, mas nem sei explicar pq? Não conheço, nunca fui, mas amo.

Estou escrevendo uma série de aventuras que se passa em Paris. Te convido a ler. Tem alguns capítulos publicados em meu blog Retratos em Degadê.

Vi que é amiga do João, tb sou. Vc aderiu ao Quiosque e está comentando, que bom. Isso muito me alegra.

Foi um prazer, querida.
Meu super ultra beijo!

neo-orkuteiro disse...

Três amores dormem ... você desperta verdadeira 'mère juive'. Isto é que é amor, no duro.
Mas o tempo faz das suas, mesmo.
E você aniversariou ontem, meus parabéns também aqui.
Mais um ano se passou, como disse o Cassiano em A Lua e Eu.
Até hoje, então!
Beijos e todo meu carinho, Piccola.

Lu Cavichioli disse...

Querida Piccola, vim te convidar pra visitar meu blog novo, onde eu falo e viajo por Paris.

Será um prazer tê-la como minha leitora.
Vem!
http://luzefascinio.blogspot.com

Super beijo da Lu